sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Os ratos do congresso.

A queijolândia é grande,tem comida em abundância,rato come ,enche a barriga,sobe na mesa e dança.Por enquanto está tudo bem ,todo mundo come a vontade e dá comida pra quem vem.E sempre chega um rato novo no pedaço. O queijo ta alí mesmo ,é só degustar de levinho. A festa ta muito boa,os ratos bem animados,tão comendo de montão,o barulho ta formado.Tem uns ratos que são mais espertos,os pequenos tem que ficar de olho aberto,se não ,o ratão come tudo.Os ratos chegam com muita fome á queijolândia,é que o caminhopra chegar lá ,é dificil,precisa ser esperto mesmo,pois sempre tem um rato passando a perna no outro.Dizem que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão.Tudo vai de vento em popa,ta uma beleza,rato na escada,na cadeira e na mesa.Eo queijo? hum...delicia...Vai chegar um tempo em que a queijolãndia vai ficar tão cheia,aí sim ,vai ser um tal de empurra...empurra...O queijo vai dimuindo,os ratos vão se desnutrindo e o bicho vai pegar.Um rato vai roer o outro do pé até o pescoço.Não vai ter queijo pra alimentar esta rataida e eles vão comer na porrada.acho até que o balaio de gatos,perdão,de ratos, já começou,um dia deste eu vi um porradeiro no televisor.Cadeira voava no ar,filho da p... pra lá,fiho duma...pra cá,eram os ratos se atracando.A coisa ta feia no meio dos bichos,que isto?Calma aí Manezinho,deicha um queijinho pra mim.Pode comer sem medo ,não tem veneno,anda logo camarada ,tem muito rato querendo...Roi,roi,roi.

16 comentários:

  1. ADOREI! para além de estar super leve, a sua escrita me conseguiu prender as letras. Calculei que os ratos se alimentassem, sobretudo, do amor deixado ou esquecido de alguém sobre a mesa de um café. Imaginei.

    Lindo!

    ResponderExcluir
  2. O meu nome é Paulo mas eu agradeço *

    ResponderExcluir
  3. Bela historia :)

    Muito obrigado ;)

    ResponderExcluir
  4. Sou tua nova seguidora.
    Adorei o texto, pensei que escrevias só poesias, mas esse texto é muito legal, é divertido e leve.
    É bom de ler, gostoso.
    Abraços da Mery.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Maria do Carmo, vim retribuir a visita. Gostei d'Os ratos do congresso, texto muito bom, ironia superestruturada, crítica bem articulada. Parabéns, já sou seu seguidor. Retorne ao Cantinho da Saudade sempre que quiser e siga-me também. Rsrsrsrs!!!!!1

    ResponderExcluir
  6. Confusões de sentimentos há e aos montes! Infelizmente... Um grande abraço e imensa força

    ResponderExcluir
  7. Maria do Carmo, é sempre um prazer passar pelo seu espaço e colocar a leitura em dia através de seus maravilhosos post's.
    Agradeço a sua atenção!
    Abraço,
    Rui

    ResponderExcluir
  8. Entrei aqui pela queijolãndia, e viu que a rataida, já tinham comido o queijo todo, vi uns de barriga cheia, e outros famintos uns gordos e outros muito gordo, e fiquei com a impressão que conhece um lugar bem igual a este, mas agora no momento não me ocorre onde é, sei que não é muito longe mim.

    Como sei que é fisioterapeuta, vou contar esta.
    "Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão"
    E ladrão que rouba a advogado em cem anos é perdoado.

    bom fim de semana,
    josé.

    ResponderExcluir
  9. Olá Maria do Carmo, que tudo permaneça bem contigo!

    Pois é minha prezada poetisa, tem sido assim desde o início, enquanto o povo confiar nos ratos para cuidar do nosso queijo de cada dia eles sempre farão a festa na queijolândia, eles já estão até acostumados a mexer no queijo dos outros!
    Somente penso comigo mesmo sempre. Até quando!
    Muito agradável por cá estar neste teu encantador espaço, pois sempre posta belos escritos, com críticas e humor, e também por tua visita e gentil comentário por lá. Assim eu grato por tua amizade venho por cá deixar meu desejo que você e todos ao seu redor tenham intenso e feliz viver repleto de saúde e paz, e enorme abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  10. Parabens.
    Avassalador, o seu texto
    Nota 100000000000mil
    Bom final de semana
    E abraços

    ResponderExcluir
  11. Possivelmente foi o cheiro a queijo que cá me trouxe :)
    Efectivamente estava à espera de ler poesia, mas achei engraçado o texto.

    Boa semana.
    Bj.

    ResponderExcluir
  12. Maria do Carmo
    Gostei da metáfora... ele há ratos e... ratos... tantos que esta "queijolândia" se torna demasiado pequena...!
    Beijinho e boa semana.
    Quicas

    ResponderExcluir
  13. Fico muito feliz com o seu comentário. Beijo *

    ResponderExcluir
  14. A atitude corrupta dos políticos brasileiros perfeitamente retratada nesse alegórico texto.
    Parabéns DuCarmo.

    ResponderExcluir