quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Dias Vazio


Dias estranhos, perguntas no ar, medidas extremas, palavras... palavras.... e mais palavras, atos quem sabe, muito deles sem pensar, outros pensados... consequencias inevitáveis... umas boas, outra nem tanto... e assim vou preenchendo meus dias vazios com historias na qual eu sou a protagonista. Se alguém um dia vai ler, pouco me importa, porque essa historia é diferente, é única e real... o que realmente conta nessa historia não é o inicio nem o fim... mas a trajetória o desenrolar da trama, as aventuras, as emoções vividas, as sensações sentidas, as vitorias conquistadas, as derrotas, as lagrimas, o sorriso... somente isso importa, porque no fundo isso me levará ao fim... é assim que traçarei minha rota... Então em dias vazios como esse, procuro me agarrar na coisa que realmente importam como num sorriso de uma criança, no amor de um animal, nas gotas de chuva que caiem ao chão levantando o cheiro de terra molhada, nos raios do sol que passam por entre a nuvem após a chuva aquecendo nosso frio planeta, que em sua frieza estampada no rosto dos oprimidos e rejeitados, esquece de apreciar o que realmente importa... me apego em sensações únicas como os dedos sendo molhados pela onda do mar que vai ao encontro seu... te banhando e mostrando que a vida vai além de trabalho e dinheiro. Me apego no milagre da visão, da audição, do tato e do paladar, e agradeço a Deus por me conceder esse privilegio de poder de todas as forma apreciar as maravilhas criadas por ele. Me apego a saudade de uma pessoa que se foi... mas que vc amou... me apego no perfume de uma flor, ou até aquele que te lembra uma pessoa amada... Em dias vazios eu tento me apegar aos sentimentos, ao amor, ao carinhos, a saudade, a família, aos amigos... ai quando menos espero não mais existe dias vazios... existe dias completos... cheios de sensações, emoções e experiência únicas... e chego a conclusão que estava errada... não existe dias totalmente vazios e sim quase cheios ... daí é só preencher com a coisa certa, que fica cheio. Cheio de amor... cheio de amigos... cheio de sorrisos.... cheios de abraços... cheios de eu te amo... isso mesmo porque não dizer eu te amo... já que todos nos sabemos que existe vários tipos de amor...vá em frente experimente encher seu dia... não custa nada e faz um bem pra alma!

Obrigada tia pela oportunidade de posta minhas palavras aqui... te amo muito!
Deisiane Alves

12 comentários:

  1. Deisiane ,vc me surpreendeu,que lindo texto,parabéns menina poetisa,eu adorei.Que DEUS abençoe vc e continue a me presentear com seus lindos textos,grande bjo em seu sorriso.

    ResponderExcluir
  2. Olá, me atrevi a fazer esta visita quando vi seu endereço no blog do meu amigo José Maria. Muito lindo seu texto, de extrema sensibilidade. Aproveito e a convido para uma visitinha ao meu cantinho. Grande abraço
    gizamai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ola,
    O importante não é vencer todos os dias, mas lutar sempre. Mesmo onde voce enxerga o vazio, pode ter gente dentro.

    Aproveito para divulgar o meu blog; seguindo-o você concorre a sorteio de de livros todo mês. Este é um blog que apoia e incentiva os novos autores
    Adriana, nova autora
    http://www.bookess.com/profile/adrianasph/books/
    Parabens pelo texto!

    ResponderExcluir
  4. Poetiza Admirável de Talento imenso:
    "...o que realmente conta nessa historia não é o inicio nem o fim... mas a trajetória o desenrolar da trama, as aventuras, as emoções vividas, as sensações sentidas, as vitorias conquistadas, as derrotas, as lagrimas, o sorriso..."

    Um texto mágico feito com uma nobreza de escrita fabulosa e terna. Significativa. Profunda. Genial.
    É fantástica,amiga.
    Adorei com sinceridade.
    Para além disso, é sublime e majestoso. Uma lição de vida que já registei no que sou.
    Parabéns. Sublime.
    Abraço amigo de respeito pelas suas capacidades literáruias imensas.
    Sempre a admirá-la muito.

    pena

    É fabulosa. Perfeita.
    Bem-Haja, pela amizade que gostava de preservar.
    Linda.

    ResponderExcluir
  5. Nem sabe a vontade que me dá também :)

    Ps: obrigado pelas palavras :D

    ResponderExcluir
  6. Maria do Carmo, vc é um amor de menina. Obrigado pelas suas visitas e por manter um Blog tão lindo e interessante.....

    Venha sempre.... Um beijão do ZC

    ResponderExcluir
  7. Olá querida! Obrigada pela visita! Aqui, já estou te seguindo e espero que nos siga lá, e acompanhe conosco, o desenrolar de nossa história, um grande abraço, e me sinto feliz em estar por aqui, bj
    Adriana!

    ResponderExcluir
  8. Um texto avassalador. Que nos convida a saborear o simples. Por que simples, é o belo e o deslumbrante modo de voce escrever.
    Estou encantado com o seu texto.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. RATIFICANDO

    E Deus disse: Haja luz e separando-a das trevas fez o dia e noite.
    No sexto dia da criação fez-se o Homem e a Mulher.
    Todo dia nasce igual, eternamente imutável , original e único...
    Só depende de mim para o meu dia ser vazio, insípido, lastimável
    Ou repleto de alegria, me arremessando ao que há de melhor
    Na busca incessante da felicidade hoje.

    Ah, minha amiga Deisiane
    Continue sempre grafando poema
    da poesia que a sua sensibilidade
    te faz encontrar nos dias tristes
    Ou nos dias felizes da sua vida.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  10. EU VIM LHE COMUNICAR QUE:
    - tomei a liberdade de pegar um texto da sua autoria e re-publicar em meu blogue. Achei interessante, e apropriado para o momento.
    Intitulei o mesmo de
    A VOZ PROSEADA DE MARIA DO CARMO

    desde já, expresso os meus sentimentos de agradecimentos, e carinho.
    Felicidades, a vida continua.

    ResponderExcluir
  11. Olá Maria do Carmo, que delicia suas visitas e comentários, muito obrigada mesmo!
    Li tanta coisa linda, sou como vc apaixonada por poesias e que texto lindo de sua sobrinha, lindooooo!
    Bjão e obrigada por esses momentos amiga!
    Gena

    ResponderExcluir
  12. sem palavras, não me canso de ler de novo, de novo e de novo :)

    ResponderExcluir