segunda-feira, 4 de julho de 2011

Bem,hoje que estou só e posso ver.


Bem,hoje que estou só e posso ver com o poder de ver do coração.Quanto não sou,quanto não posso ser,quanto se o for,serei em vão.Hoje vou confessar,quero sentir-me definitivamente ser ninguém,e de mim mesmo,altivo,demitir-me por não ter procedido bem.Falhei a tudo,mas sem galhardias,nada fui,nada ousei e nada fiz,nem colhi nas urtigas dos meus dias a flor que de parecer ser feliz.Mas fica sempre,porque o pobre é rico em qualquer cousa,se procurar bem,a grande indiferença com que fico.Escrevo-o para o lembrar bem. Fernando Pessoa.

8 comentários:

  1. Que coisa linda e que saudades de vc!

    Você some!
    Não passe tanto tempo distante não, ok?
    Como estais?


    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida, e amada Maria do Carmo, por que te escondes tanto ? Por onde te escondes tanto. Voce sabe muito bem, que sentimos falta de voce, quando não apareces no meu blogue. Belissimo o seu texto. Felicidades, sempre. Tomara que o explendor da vida, beije eternamente voce.
    abraços querida.
    Não some.

    ResponderExcluir
  3. Estou seguindo o seu blogue, com o meu tuiter

    ResponderExcluir
  4. Estimada Amiga:
    Um belo poema de Fernando Pessoa de sua fabulosa escolha.
    Parabéns. É lindíssimo e de enorme talento literário.
    Parabéns pelo seu sentir.
    Abraço amigo.
    Com respeito e sempre a admirá-la

    pena

    MUITO OBRIGADO pela sua vista ao meu blogue.
    Bem-Haja, pela amabilidade enorme.
    Fico-lhe grato.

    ResponderExcluir
  5. Fernando "eterno" Pessoa...
    (...)Quanto não sou,quanto não posso ser,quanto se o for,serei em vão(...) Sabia escrever esse menino, não achas?? Rsrsrs...

    Maravilhosa postagem, Maria do Carmo.

    Obrigada por sua visita e carinho, querida!

    Bjs em seu coração,

    Tânia Camargo

    ResponderExcluir
  6. Fernando pessoa já na altura de pouca tecnologia bem como pouco explorado o saber...sabia como ninguém avaliar e sentir...perfeito!

    Muito obrigado pela simpatia e pela visita ;)

    ResponderExcluir
  7. Fernando Pessoa tem o dom das palavras...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Maria do Carmo!

    Obrigado pela sua visita e comentário no blog OLHAR D'OURO.
    Agradeço também por me seguir, é um prazer e o modo de retribuir é também seguir este seu maravilhoso espaço estrelado!

    Obrigado,

    Rui

    ResponderExcluir